A ilha de Palawan nas Filipinas é única no mundo. Mas quando se pensa nesta ilha os primeiros nos nomes que nos vêm à cabeça são: El Nido e Coron. De fato, não se deve perder estes dois lugares mas, existem muitos outros paraísos na ilha de Palawan. Esta ilha sensacional oferece aos seus visitantes boa gastronomia, pessoas humildes, cascatas fabulosas, espectacular tours, fenomenais sítios para mergulho, o contacto com vida selvagem e vida marinha diversa, basta não ter receio de sair da zona de conforto. Aqui poderá encontrar alguns dos melhores pontos turísticos em Palawan – Filipinas, que merecem uma visita quase que obrigatoriamente.

1. Rio Subterrâneo de Puerto Princesa

must do things in Palawan underground river

Se vai para a ilha de Palawan, a capital Puerto Princesa é quase paragem obrigatória. A 80km norte da cidade, existe um lugar notável: o Rio Subterrâneo de Puerto Princesa.

Esta é uma área incrível para explorar. Listada como Património Mundial da UNESCO desde 1999 e votada como uma das 7 Maravilhas Naturais do Mundo em 2012. Foi até 2007 o maior rio subterrâneo e é um dos poucos que emerge directamente para o mar. Às vezes parece muito confuso, um rio subterrâneo… Como pode ser? O rio flui directamente sob a Cordilheira de St. Paul. A chuva dissolveu a espessa camada de calcário e processos cársticos intensos criaram uma paisagem dramática que hoje é visível. Com um ecossistema variado, cavernas e inúmeros pináculos com calcário.

O rio subterrâneo de Puerto Princesa tem um comprimento total de 24km. No entanto, apenas 4,2km são navegáveis por pequenas embarcações. Se for aventureiro o suficiente pode solicitar uma autorização especial para chegar aos 8,2km. Mas, como é tao estreito só poderá passar se for a nado entre as paredes rochosas.

Uma vez lá dentro, as cavernas abrigam um ecossistema complexo. Em 2010 foi ainda descoberto  um segundo andar por um grupo de ambientalistas. Para além disto, outras descobertas importantes incluem uma das maiores salas em cavernas do mundo, canais onde passam rios e formações rochosas.

Há todo um mundo vivo aqui. É lar de aranhas gigantes, caranguejos, peixes, cobras, morcegos e andorinhas. Se pretende visitar este local deve de qualquer maneira ter consciência dos alguns fatos.  É muito turístico, sendo a melhor época para visitar entre janeiro e maio; uma vez que só permitem  900 visitantes por dia é necessário garantir o Passe de Visitante o mais rápido possível.

Infelizmente, não conseguimos visitar uma vez que uma tempestade tropical assolou a ilha. Por razões de segurança e por causa da subida do nível da água, não foi permitida a entrada de visitantes nos dias seguintes.

2. Island hopping em Honda Bay

must-do-things-in-Palawan-Honda-Bay

A 45 minutos da capital, Honda Bay é um dos melhores pontos turísticos em Palawan. Há diversas ageências locais que realizam o trajecto. De realçar que a maioria delas não inclui equipamento de snorkel no preço. O melhor é trazer o seu próprio equipamento ou apenas alugar por lá. Apesar de tudo, o almoço e lanches durante a viagem são fornecidos.

Honda Bay tem muitas ilhas, algumas delas são: ilha Starfish, ilha Snake, ilha Cowrie, ilha Luli, ilha Pandan, ilha Arrecife, onde o famoso resort Dos Palmas está localizado e também poderá admirar o Pambato Reef.

Na ilha Starfish, como o nome indica, poderá ver estrelas do mar (por favor não tocar ou pegar nas estrelas do mar uma vez que pode ser prejudicial para elas). Aqui nem precisa fazer snorkelling para observa-las. A água é tão cristalina, como quase todas as águas em Honda Bay.

Ilha Snake deve o seu nome à extensa sandbar em formato de cobra. Na ilha Luli, há imensas actividades como saltos de pranchas, saltos de penhascos, mergulho ou snorkel… A ilha de Cowrie tem redes de voleibol e diversas actividades aquáticas para fazer. Normalmente, aqui nesta última ilha é onde servem um buffet para os turistas.

A ilha Pandan é a maior e a mais desenvolvida em Honda Bay. O nome provêm das numerosas árvores Pandam que se encontram por lá. Se realmente quiser visitar a ilha, terá que pagar uma taxa adicional de 1200PHP (22USD / 20€), tudo porque esta é uma ilha privada. A ilha de Arrecife também é privada e pertence ao resort Dos Palmas. Portanto, é exigida uma taxa extra que não é incluída nos tours das companhias.

Para chegar ao Pambato Reef demora mais ou menos 15 minutos de barco desde o cais principal. Existem plataformas flutuantes no meio do recife que demarca o local onde os turistas devem sair. O recife tem uma grande variedade de corais e peixes, ideal para snorkelling ou para os mais aventureiros, o mergulho.

3. Centro de Resgate e Conservação de Vida Selvagem de Palawan

must-do-things-in-Palawan-wildlife-rescue-center

Também conhecido como Quinta dos Crocodilos. Está localizado a 20 minutos da cidade de Puerto Princesa. Este não é um lugar qualquer. Criado em 1987, é um refúgio para animais ameaçados, magoados e até mesmo abandonados.

O instituto foi fundado também para auxiliar em novas tecnologias agrícolas, como fator sócio-económico e no bem-estar dos cidadãos filipinos. As instalações incluem um museu educacional para as mentes mais curiosas e um pequeno parque de vida selvagem.

Aqui pode ver também macacos e muitas espécies de aves, incluindo águias, falcões, hornbills e algumas espécies endêmicas ameçadas de extinção. Mas o principal objetivo do Centro de Resgate e Conservação de Vida Selvagem de Palawan é preservar duas espécies de crocodilos.

Para isso, têm a Quinta dos Crocodilos, onde criam dezenas de jovens crocodilos até à idade adulta. É triste como estas espécies lutam para sobreviver. Com a construção desta estrutura, que funciona também como um hospital para crocodilos com deficiência, auxilia na conservação da espécie. No museu  poderá aprender muito sobre este animal. Eles têm esqueletos e pelos de crocodilo em exposição (de crocodilos mortos de causas naturais) e o guia dirá tudo a respeito da espécie.

Até agora estas instalações têm feito um bom trabalho na educação, conservação, progressão e prosperidade desta espécie animal. Se estiver por Puerto Princesa e gostar de sítios de preservação animal, não se esqueça de visitar o Centro de Resgate e Conservação de Vida Selvagem.

4. Reserva Marinha de El Nido

must do things in Palawan elnido lagoons

Com uma área de 96,000 hectares, a Reserva Marinha de El Nido é um dos lugares naturais que mais turístas atrai. Situa-se ao largo de El Nido, a norte da capital da ilha de Palawan. A reserva marinha possuí ecossistemas ricos em diversidade, como a floresta tropical, mangais, recifes de coral, praia de areia branca e falésias calcárias.

El Nido é uma área absolutamente deslumbrante. Com paisagens naturais de tirar o fôlego, onde se encontra diferentes formas de vida marinha e vida selvagem. A Reserva Marinha de El Nido tem 16 espécies endémicas e 10 espécies ameaçadas de extinção. Entre estas estão o Palawan Peacock Pheasant, o Palawan Hornbill, o Palawan Tree Shrew, o Palawan Stink Badger e várias tartarugas marinhas. Se tiver sorte, poderá encontrar o dugongo, nativo da zona. Também chamado de vaca marinha.

As águas ao redor de El Nido são tao ricas. Tendo mais de 800 espécies de peixes e uma centena de corais. Mergulhadores de todo o mundo vêem anualmente para mergulhar nos 30 locais mais conhecidos de Bacuit Bay. Todos os dias há empresas de turismo que fazem tours nas ilhas da Reserva Marinha de El Nido. A ilha de Mantiloc é uma das mais visitadas por causa da sua praia ‘secreta’. Para chegar à praia é necessário nadar através de uma pequena abertura debaixo de água entre duas pedras. Isto na maré alta.

Um dos nossos locais favoritos em Bacuit Bay é a Small & Big Lagoon. Estas lagoas estão cercadas por uma imensa paisagem de falésias calcárias, água azul-turquesa e vegetação exuberante. Este lugar vai mesmo surpreende-lo.

Nós fomos primeiramente à Small Lagoon. Como o barco era grande não podia entrar na lagoa, ficou assim ao largo da mesma. Sendo que existiam duas opções para ir até à lagoa em si: nadar ou utilizar um kayak. Optamos por nadar (consideramos esta a melhor opção). O nosso melhor conselho é para deixarem o kayak para a Big Lagoon. Na realidade a maioria das pessoas utiliza o kayak na primeira lagoa (Small Lagoon) assim, na Big Lagoon estará menos pessoas de kayak tornando a experiência mais agradável.

Estas lagoas foram um dos destaques da nossa visita. Sendo que explorar todos os recantos da Big Lagoon de kayak foi sensacional. Paramos bem no meio da lagoa e o sentimento de liberdade consumia-nos. Fechamos os olhos, ouvimos o som dos pássaros, da água, da natureza, rodeados de uma paisagem inacreditável. Falta-nos as palavras para descrever tudo isto.

Há muito para descobrir em El Nido. Desde a ilha de Cadlao, à ilha de Entulula, com uma imponente formação rochosa. Passando por um dos pontos de mergulho mais populares da ilha de Shimizu, o Tapuitan Straight ou a ilha de Pinabuyutan com vistas incríveis. Aqui tudo é pensado de forma ecológica. Até mesmo os grandes resorts (que são muito poucos) devem ter preocupação ambiental. A sustentabilidade é premissa. Sendo que é importante minimizar o impacto na natureza.

5. Ver o pôr-do-sol em El Nido (na praia ou no Taraw peak)

must do things in Palawan el nido philippines

É praticamente impossível pensar nas Filipinas e o pôr do sol não passar pela cabeça. Claro que as ilhas oferecem um dos mais inacreditáveis pores do sol que é possível ver. Em El Nido as opções são imensas. Portanto, reserve algum tempo para assistir ao pôr do sol.

O mais comum é claro, a praia. Nós escolhemos a praia de Las Cabanas para o efeito e não nos arrependemos. A cor laranja no horizonte contrastava com a água azul-turquesa e o vento que soprava tornou o momento especial. Leve alguma fruta fresca consigo para comer ao pôr do sol e o momento será perfeito. Por norma, esta é a altura do dia que as praias ficam lotadas. No entanto, tivemos sorte pois nesse dia estavam poucas pessoas na praia.

Outra opção para o pôr do sol é o Taraw peak. Normalmente, El Nido é procurado pelas suas praias maravilhosas e para explorar as ilhas em redor, não para caminhadas. O interesse no Taraw peak para assistir ao pôr do sol tem aumentado. Assim como o interesse pelas caminhadas até ao topo deste local. Quando estivemos em El Nido, havia muitas pessoas a pedir para subir o Taraw peak.

A maioria das companhias não o levarão até lá pois, é demasiado perigoso. Contudo, existem sempre guias locais. Esta montanha tem tudo, desde caminhadas, trekking e escalada. Quando estiver no topo será recompensado com uma vista panorâmica do município de El Nido e do mar. Aqui o pôr do sol é único, como deve imaginar.

Se for aventureiro o suficiente para escolher esta opção, não se esqueça de trazer o equipamento certo e usar roupas/calçado apropriados.

6. Island hopping em Coron

must do things in Palawan coron

Um dos melhores pontos turísticos em Palawan é Coron. Aqui deve-se aproveitar ao máximo a vida na ilha em sua plenitude. Coron é este pequeno paraíso onde nenhuma viagem é completa sem um island hopping. Ou seja, explorar as ilhas em redor. O que realmente cativa turistas de todo o mundo são as idílicas ilhas intocadas e as surpreendentes formações rochosas de granito.

Encontrar agências que façam island hopping não é problema em Coron. Mal se chega e existem imensas pessoas a perguntar se querem fazer o passeio com eles.  Com tanto para oferecer, desde numerosas ilhas, lagos, lagoas, falésias calcárias a locais de mergulho, Coron é tão autêntico em experiências. Adoramos desde o início.

Nós fizemos o Super Ultimate Tour (apenas 1 dia de tour). Recomendamos se não tiver muito tempo em Coron. No entanto, preferíamos ter feitos isto em 2 dias e visitar mais locais. É tudo uma questão de ajustar o que melhor se enquadra no roteiro.

Existem alguns locais que não devem ser postos de parte. Os lagos são impressionantes. O lago Kayangan é sempre referido como o mais límpido da Ásia. Não é de admirar, a água azul-turquesa, as formações calcárias e a vida marinha subaquática são visíveis mesmo fora da água.

Outros locais importantes a visitar são as lagoas. A lagoa Quin (não visitamos) e a lagoa Twin (duas lagoas ‘gémeas’), lugar sensacional, separado por formações cársticas. Na primeira parte, o nosso pequeno barco passou pelas formações rochosas, até chegar à primeira lagoa (a maior). Para chegar à lagoa menor tivemos que nadar por uma pequena abertura, transitável durante a maré baixa ou passar por uma escada para quem não é tao aventureiro.

Siete Pecados (sete pecados) são sete ilhotas ligadas a uma lenda e como nenhum outro local no país. As pessoas locais dizem que 7 irmãs foram nadar em vez de cuidar da sua mãe que estava doente. As irmãs afogaram-se e posteriormente sete pequenas ilhotas apareceram, representando as irmãs. Aqui a área é boa para snorkeling. Divertimo-nos imenso e o mundo subaquático é deslumbrante.

Tivemos ainda a oportunidade de explorar Coron Bay Wrecks, listado pela Forbes como um dos melhores locais do mundo para mergulho. Vimos o extraordinário navio japonês que naufragou durante a II Guerra Mundial. Para complementar a viagem a Coron, é necessário explorar os recifes de coral. A maioria está intacta, e é sempre de grande interesse para quem gosta deste tipo de actividades.

7. Explorar a vila de Coron (Águas termais de Maquinit & Mount Tapyas)

must do things in Palawan maquinit hot springs

Coron, é esta ilha pitoresca na província de Palawan. Compreende a metade oriental da ilha de Busuanga, toda a ilha de Coron e cerca de 50 ilhotas menores. A vila de Coron é uma pequena vila de pescadores que se tornou popular entre os turistas. Não é de admirar o porquê. Em seu redor existem imensos recursos naturais, praias idílicas,  locais de mergulho com navios de guerra afundados, etc.

Coron tem tudo e é sem dúvida um dos nossos lugares favoritos nas Filipinas. Para além do mergulho e das ilhotas, a vila de Coron tem algumas outras coisas para fazer. Das nossas favoritas foram as águas termais de Maquinit e o Mount Tapyas.

As águas termais de Maquinit são uma das poucas fontes termais de água salgada do mundo. Localizadas a 30 minutos de carro do centro da vila. É uma ‘estrada’ acidentada e sinuosa. Não vamos mentir, não foi fácil. A ‘estrada’ em terra batida não é muito boa, buracos grandes mas, se conduzir com cuidado chegará ao destino sem precalços.

À parte disto, valeu totalmente a pena a viagem. As águas termais são aquecidas por um vulcão. Há uma piscina circular de duas camadas, as paredes ásperas são construídas a partir de rochas e o piso com pequenas pedrinhas, dá uma sensação natural. Nós adoramos os mangais em volta. Existe ainda um recatado miradouro onde pode sentar-se e relaxar.

Quando entrar na água, demora um pouco de tempo para o corpo se ajustar à temperatura. Pouco minutos depois, sentir-se-á muito melhor, não fique por lá muito tempo. Tentamos equilibrar isso, saímos por alguns minutos e voltamos a entrar depois. As águas termais de Maquinit recebem muitas visitas ao final da tarde, portanto escolha bem o horário. Chegamos lá por volta das 16:00h, estavam poucas pessoas o que tornou a experiencia única.

Mount Tapyas oferece uma das vistas mais espectaculares sob Coron. É a segunda montanha mais alta da vila. Com a sua nova cruz icónica; a velha cruz de madeira foi substituída quando o tufão Haiyan a destruí-o. Para chegar ao topo é fácil. Só precisa de chegar à rua Malvar e uma vez aqui, há sinalização a indicar o caminho.

O miradouro é facilmente acessível a pé, pois há uma escada para o efeito. A meio do caminho tem um mini parque e um snack-bar não operacional. Poderá ir ao nascer do sol, não estando tão lotado como ao pôr-do-sol. A vista é deslumbrante, por isso não é de admirar que seja bastante procurado.

Coron não é um lugar fácil para chegar. Poderá visitar de avião (reserve com antecedência, não é barato). Ou de El Nido existem barcos (alguns deles de manhã bem cedo). O esforço vale bem a pena e Coron não desilude. Para nós foi inacreditável.

8. Mergulhar no recife Tubbataha

must-do-things-in-Palawan-tubbataha-reefs

O recife Tubbataha não é um lugar que os turistas pesquisem quando pensam nos melhores pontos turísticos em Palawan. Porquê? É um dos lugares mais inacessíveis. Apenas poderá lá chegar em barcos de liveaboard. Isto é, terá que ficar no barco a dormir. Localiza-se numa região chamada de Triângulo de Coral, aproximadamente a 50 km a sudeste de Puerto Princesa, no meio do Mar de Sulu.

Por ser muitas vezes considerado um dos melhores locais para mergulho, as viagens são limitadas e tem que ser reservadas muitas vezes com anos de antecedência.

Os Filipinos realmente preocupam-se com a natureza, e fazem o melhor que podem para preservar lugares como o recife Tubbataha. Um pequeno grupo de mergulhadores e ambientalistas iniciou uma campanha para salvar esta área de corais. Em 1988, Tubbataha foi declarado Reserva Marinha e em 1992 o local foi listado como Património Mundial da UNESCO.

Porque é tao importante a conservação deste lugar? Bem, Tubbataha tem aproximadamente 50% de todas as espécies de corais do mundo (359 espécies de corais). Tem ainda mais ou menos 600 espécies de peixes tropicais; muitas espécies de tubarões (tubarões-baleia também foram avistados aqui), baleias e golfinhos. Há uma população de nidificação de tartarugas-de-pente e tartarugas marinhas ameaçadas de extinção; várias espécies de aves, incluindo aves migratórias raras.

9. Relaxar em Port Barton

must-do-things-in-Palawan-Port-Barton

Port Barton é uma vila de pescadores na costa noroeste de Palawan. É um dos lugares menos procurados pelos turistas, portanto sem grande afluência. Acaba por ser o local ideal para relaxar e aproveitar a vida das ilhas.

O acesso remoto e a estrada inacabada mantêm Port Barton longe dos turistas. A electricidade dura apenas 5horas por dia, pois funciona com geradores que são desligados à noite. Os alojamentos são baratos, sem grandes luxos e também em pouca quantidade.

Para além da vila, pode explorar as colinas, as cascatas, os arrozais e as praias. A praia principal aqui nem sempre é a adequada para nadar. A maioria das pessoas que por aqui passa, faz viagens de um dia para as ilhas vizinhas.

Port Barton é com certeza um dos lugares mais desvalorizados em Palawan. Apresse-se a visita-lo antes que fique lotado de turistas. Relaxe numa das muitas praias intocadas e perca a noção do tempo.

10. Seja um dos primeiros a descobrir Balabac

must do things in Palawan balabac

Balabac é um paraíso bruto, situado nas águas do Mar de Sulu. Possuí uma das mais diversas e densas biodiversidades do mundo. A água azul-turquesa e as praias virgens da ilha estão por toda a parte em Balabac. É um lugar de sonho.

Pode explorar 31 ilhas e algumas ilhotas na última fronteira estabelecidas entre a tribo Molbog e a população local. Aqui poderá encontrar fauna e flora endêmica, entre algumas, o cervo de rato conhecido localmente como 'pilandok', aves migratórias, plantas raras e insectos.

A biodiversidade está em toda a parte; o mar abriga tubarões, baleias, golfinhos, raias, tartarugas marinhas, atuns e muitas outras espécies.

Um dos pontos mais populares em Balabac é a praia de areia rosa da ilha Comiran. À noite, em Sebaring é possivel assistir a uma espécie de pirilampos que brilham no escuro. Para os mais aventureiros, procurem ver os crocodilos nos mangais e rios.

Balabac é com certeza um local para visitar se gosta de estar mais isolado. Com tantas coisas para fazer, muitas ilhas para explorar, estamos surpreendidos não existir muitos turistas neste ponto das Filipinas. Vá antes que fique lotado de turismo.

Porque Deve Visitar os Melhores Pontos Turísticos em Palawan?

As Filipinass são um dos países mais deslumbrantes que conhecemos. Palawan é muitas vezes eleita como uma das mais belas ilhas do mundo. Cheio de beleza natural, paisagens impressionantes, praias incríveis com água azul-turquesa, rico em fauna e flora, este país deve estar no topo da sua bucket list. Se está a pensar em visitar as Filipinas esta lista dos melhores pontos turísticos em Palawan pode ajuda-lo.

Vai viajar? Saiba que é importante ter um bom seguro de saúde. Com a Iati pode usufruir da sua viagem e se tiver algum problema eles estão sempre prontos a ajudar. Saiba mais aqui.

must do things in palawan pinterest

Planeie a sua próxima viagem (links úteis)

Confira abaixo as ferramentas que utilizamos para planear as nossas viagens. Os links aqui apresentados são links de afiliação. Ao usa-los está a ajudar-nos a manter o nosso blog e a defender os nossos valores de preservação da Natureza. Para si, utilizar estes links não representa custos adicionais e para nós poderá fazer toda a diferença na nossa missão de "Viajar pela Natureza".

 Encontre a melhor acomodação para si. Reserve o seu hotel no Booking.com ou encontre os melhores códigos promocionais no Agoda.com;

 Se vai viajar é importante fazer um seguro, confira um dos melhores seguros de viagem na WorldNomads ou na IATI - Seguros (usando este link tem 5% de desconto).

 Encontrar voos aos melhores preços é sempre uma tarefa complicada, com o Skyscanner poderá faze-lo de forma simples.

Utilize o Get Your Guide para reservas online de excursões e atracções. A plataforma mais completa e com os melhores preços.

Junte-se à comunidade da Worldpackers e viaje pelo mundo trocando as suas habilidades por acomodação.

Utilize a Rentalcars.com para alugar viaturas ao melhor preço do mercado. Procure entre dezenas de operadoras a melhor solução para si.